Destaque Notícias Novo Progresso Polícia

Bebê de 11 meses se afoga em balde e é salvo por Cabo da PM em Itaituba, PA

Bebê de 11 meses se afoga em balde e é salvo por Cabo da PM em Itaituba, PA
O bebê foi socorrido pelo militar sem sinais vitais aparentes e estava com a pele arroxeada. Contudo, foi reanimado; Caso ocorreu nesta sexta (20) no distrito de Moraes Almeida.

Foto: Reprodução
Um bebê de 11 meses que se afogou em um balde com água foi salvo por um cabo da Polícia Militar, no distrito de Moraes Almeida, em Itaituba, no Pará, nesta sexta-feira (20). O militar ouviu gritos de socorro, vindos da tia da criança, que teria se afogado enquanto brincava em um balde. O bebê foi encontrado pelo policial sem sinais vitais aparentes e estava com a pele arroxeada. As informações são do site Midiamax.

Segundo o boletim de ocorrência, o policial realizou a chamada ‘’manobra de Heimlich’’, que consiste em pressionar o abdômen da vítima até que ela expulse o objeto estranho, preso às vias aéreas.

Em um vídeo gravado por populares, é possível ver o desespero da tia e de testemunhas ao ver a criança sem reação, enquanto era atendida pelo militar.

Logo depois, a criança apresentou reação e retornou com os sinais vitais que foram constatados por um médico do Exército que chegou posteriormente. A criança foi levada com o efetivo da Força Nacional e a tia para uma unidade básica de saúde próxima. A mãe da criança que estava trabalhando foi para a unidade logo após ter conhecimento do ocorrido. O menino passa bem e o seu estado de saúde é estável.

O cabo Gil, é de Mato Grosso do Sul e antes de ir para a Força Nacional, atuar no Estado do Pará, era lotado na 10ª Companhia Independente da PM em Campo Grande.

Fonte: Portal Giro

Notícias relacionadas

Novo artigo CUT Brasília: CNTE repudia violência no campo por Paula Morena

Edson Santos

Carro invade pista, atinge carreta e motorista morre na BR-163 entre Sorriso e Lucas do Rio Verde

Edson Santos

Suspeitos de assaltar Agência do Sicredi em Novo Mundo devem ter fugido para o estado do Pará, diz Polícia

Edson Santos