Destaque Mundo Notícias Polícia

Acusado de matar mulher e enterrar em matagal vai à júri em SC

Acusado de matar mulher e enterrar em matagal vai à júri em SC
Crime ocorreu em março de 2019 em Dionísio Cerqueira; corpo de Angélica Sabrina Seibert foi localizado 18 dias depois do desaparecimento
REDAÇÃO ND, CHAPECÓ
05/08/2021 às 17h32

O acusado de matar e enterrar o corpo de Angélica Sabrina Seibert, de 29 anos, vai à júri nesta sexta-feira (6), em São Miguel do Oeste, no Extremo-Oeste de Santa Catarina. O crime ocorreu no dia 17 de março de 2019 e o corpo de Angélica foi localizado enterrado em um matagal no dia 4 de abril, em avançado estado de decomposição.

Angélica tinha 29 anos e era companheira do suspeito – Foto: Arquivo família/Divulgação/ND
Angélica tinha 29 anos e era companheira do suspeito – Foto: Arquivo família/Divulgação/ND
Leia mais
Adolescente de SC é achada em ônibus após desaparecer
Adolescente de SC é achada em ônibus após desaparecer
Ex de jogadora morta a tiros em Florianópolis vai ser indiciado por feminicídio
Ex de jogadora morta a tiros em Florianópolis vai ser indiciado por feminicídio
Polícia Federal cumpre mandados em Criciúma e Treze de Maio em sequência de Operação
Polícia Federal cumpre mandados em Criciúma e Treze de Maio em sequência de Operação
A morte, segundo a denúncia, foi motivada pelo fato de a vítima ter testemunhado outro crime do autor. O júri inicia às 8h. Em cumprimento à determinação do Conselho Nacional de Justiça, para evitar a disseminação de Covid-19, a presença de público fica restrita a cinco familiares do réu e outros cinco parentes da vítima.

De acordo com a denúncia, o casal morava em Dionísio Cerqueira e retornava de um jantar com amigos quando o crime ocorreu, na madrugada de 17 de março. A denúncia informou, ainda, que houve consumo de bebida alcoólica.

Causa da morte não foi identificada
Conforme a Justiça, em decorrência do avançado estado de decomposição do corpo não foi possível determinar as causa da morte. O acusado será julgado pelo homicídio com as qualificadoras do motivo fútil, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, para assegurar a ocultação e impunidade de outro crime e feminicídio, além de ocultação de cadáver.

Ele foi preso no Distrito de Alvorada da Amazônia, no município de Progresso, no Pará, no dia 30 de agosto de 2019. No momento da prisão ele estava em um restaurante e se identificou com outro nome, na tentativa de enganar os policiais, mas foi reconhecido e o mandado de prisão foi cumprido.

Participe do grupo e receba as principais notícias de Chapecó e região na palma da sua mão.
ENTRE NO GRUPO
Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.
SÃO MIGUEL DO OESTE

Página inicial NDTV RecordTV Record News SC Jornal ND Grupo ND Expediente Privacidade Contato Portal de Projetos
© 2020 Copyright Grupo ND Santa Catarina
Leia na versão não-AMP

Notícias relacionadas

Empresa T. M. ZANIN – ME torna publico que requereu junto a SEMMA NP sua LO

Edson Santos

Assaltante do Sicred esta internado em estado grave no hospital municipal

Edson Santos

Prefeitura lança ação ‘Cidade Limpa’ na manha desta terça feira

Edson Santos