Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Destaque » Vereador denuncia suposto superfaturamento na compra de ovos pela prefeitura de Itaituba

Vereador denuncia suposto superfaturamento na compra de ovos pela prefeitura de Itaituba

Vereador denuncia suposto superfaturamento na compra de ovos pela prefeitura de Itaituba

Ovos foram comprados por R$ 1,28 cada, valor considerado muito acima do preço de mercado; Prefeito nega.

Assunto bastante comentado nos bastidores da política local, principalmente entre os opositores do atual prefeito de Itaituba Valmir Climaco, o denominado “Ovos de Ouro” foi abordado na sessão da câmara desta quarta-feira (7) pelo Vereador David Salomão.

De acordo com o documento apresentado pelo parlamentar, a prefeitura de Itaituba comprou ovos no valor de R$ 1,28 (Um real e vinte e oito centavos) a unidade, para supostamente serem entregues na merenda escolar do município. O ato foi caracterizado como ‘Superfaturamento evidenciado!’ por Salomão, durante seu discurso.

“O valor dos ovos é  muito acima do preço praticado no mercado, praticamente o triplo do valor.” afirma Salomão

O valor total investido na compra de 106 mil ovos foi de R$ 136.000,00 (cento e trinta e seis mil reais), de acordo com a documentação.

“vamos encaminhar essa denúncia ao ministério público federal, pois não podemos aceitar essas práticas em nosso município”, finaliza Salomão

O outro lado

Giro conversou com Valmir Climaco, que negou as acusações, afirmando que tudo não passou de um erro do produtor rural no processo licitatório da época, no seu segundo ano de mandato, em 2018.

“Foi um erro, nós fizemos o produtor rural devolver o dinheiro.” disse o gestor.

Perguntado sobre o comprovante de devolução do dinheiro pelo produtor rural, Climaco disse que não tem nenhum comprovante, mas que iria enviar à nossa equipe uma cópia do documento licitatório realizado neste ano 2019.

Fonte: Portal Giro

Check Also

CONTA DE LUZ PODERÁ TER AUMENTO DE 2,42% EM 2020

CONTA DE LUZ PODERÁ TER AUMENTO DE 2,42% EM 2020 A conta de luz poderá …