Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Destaque » Santareno é eleito Governador do Amazonas

Santareno é eleito Governador do Amazonas

29 de outubro de 2018 0 Comentário
O jornalista Wilson Miranda Lima tem 42 anos, é natural de Santarém (PA), casado e pai de dois filhos. Wilson é filho de nordestinos que vieram para a região Norte na década de 70 em busca de melhores condições.

Lima, que além da faculdade de Jornalismo possui formação Gestão Turística, já atuou como assessor técnico da Secretaria de Turismo de Itaituba (PA) e, em 2009, exerceu a função de mestre de cerimônia na Prefeitura de Manaus.

O governador eleito ingressou na política em 2012, quando se filiou ao Partido Verde (PV). Deixou a legenda em 2016 para se filiar ao Partido da República (PR). Em junho de 2017, Wilson desfiliou do PR, após a legenda se aliar ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), do senador Eduardo Braga, para a disputa das Eleições Suplementares do Amazonas.

Em março deste ano, Lima se filiou ao Partido Social Cristão (PSC), sigla a qual preside o diretório estadual. “Fico muito feliz em ser recebido por esse partido que eu entendo que tem muito a ver com os meus preceitos, da ética, da moral e dos bons costumes”, comentou Wilson sobre a chegada ao PSC, à época.

No campo da comunicação, Wilson Lima foi locutor comercial da TV Record, de Itaituba (PA), onde também apresentou um programa jornalístico. Atuou na TV Tapajós, em sua terra natal, tendo trabalhado por dois anos, até se mudar para Manaus, em 2006. Na capital amazonense, começou como repórter da TV A Crítica até se tornar apresentador do programa Alô Amazonas.

Wilson Lima, candidato do PSC, teve 58,50% dos votos válidos, o que representa 1.033.950 votos. O segundo colocado, Amazonino Mendes, do PDT, teve 41,50% dos votos válidos – 733.366 votos. Os votos em branco somaram 1,07% e os nulos, 6,30%. Com 2.427.159 de eleitores, o Amazonas teve 519.190 (21,39%) abstenções.

Fonte: RG 15/O Impacto e Amazonas Atual

Check Also

Com saída de cubanos, cerca de 600 cidades podem ficar sem médico, diz entidade

Com a decisão do governo de Cuba de deixar o Mais Médicos, profissionais começam a …