Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Estado do Pará e Região » Operacao Amazonia interditados 31 garimpeiros Ilegais

Operacao Amazonia interditados 31 garimpeiros Ilegais

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) divulgou o resultado de mais uma etapa da Operação Amazônia. A quinta fase começou no dia 20 de outubro e seguiu até o último sábado (7). Ao todo foram presas 10 pessoas, destruídos 17 acampamentos de desmatadores e interditados, 31 garimpos clandestinos.

O balanço da operação também revela que a área total embargada, ou seja, colocada em proteção, é de 5.220 hectares, o mesmo tamanho da cidade de Santos (SP). Foram apreendidos 14 veículos, 24 motosserras e 746 metros cúbicos de madeira.

De acordo com a Semas, nos dias em que as equipes integradas estiveram em campo, o Pará registrou a queda de 70% no desmatamento, comparado ao mesmo período do ano passado, baseado nas informações geradas pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Nova fase da Operação Amazônia Viva interdita mais de 30 garimpos ilegais no Pará — Foto: Alex Ribeiro/Agência Pará

O trabalho da Força Estadual de Combate ao Desmatamento teve seis frentes de trabalho nos municípios de Senador José Porfírio, Moju, Tailândia, Pacajá, Novo Progresso e São Félix do Xingu, que cobrem no total, uma região com 15 municípios.

“Um resultado histórico para o Estado do Pará, que vinha com uma média anual de dois garimpos interditados. Desde o início deste ano, já tínhamos fechado seis garimpos ilegais e nessa fase da operação conseguimos, em 15 dias acabar a atividade ilegal em 31 garimpos”, comemora o Diretor de Fiscalização da Semas e Coordenador da Operação, Rayrton Carneiro.

A equipe que atuou na região de Moju identificou uma área equivalente a 250 campos de futebol, que foi desmatada Ilegalmente em uma fazenda na área rural do município. No momento do flagrante, 10 homens usavam motosserras para derrubar árvores.

O responsável pela coordenação da atividade ilegal foi preso e pagou R$ 17 mil de fiança, mas continua a responder processo na Justiça pelo crime ambiental. O dono da fazenda não estava no local, mas já foi identificado e também vai responder judicialmente. A propriedade foi embargada pelos fiscais.

G1 Pará

Check Also

Quantidade de vereadores eleitos por partido

Quantidade de vereadores eleitos por partido 11 vagas PL 3 MDB 2 DEM 1 PATRI …