Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Destaque » Garimpeiro é internado em estado gravíssimo após ser espancado em Moraes

Garimpeiro é internado em estado gravíssimo após ser espancado em Moraes

Garimpeiro é internado em estado gravíssimo após ser espancado em Moraes Almeida

Weslen Reis 16:27:00
Garimpeiro é natural de Maringá-PR e ninguém de sua família foi localizado até o momento, apenas uma mulher itaitubense com quem ele se relacionava há cerca de quatro meses.

Adelmiro Gonçalves Valm foi espancado por três homens em Moraes Almeida.

O garimpeiro Adelmiro Gonçalves Valm foi vítima de espancamento no início da noite da última quinta-feira (25), por volta das 19h, no distrito de Moraes Almeida, em Itaituba. Segundo informações apuradas, ele vinha do garimpo Patrocínio quando foi abordado por três homens. Ele foi socorrido e levado ao Hospital Municipal de Novo Progresso onde foi diagnosticado com Traumatismo Craniano (TCE) e está inconsciente e desorientado, segundo o hospital.

O homem estava sozinho no momento do crime, foi somente após divulgação, em grupos de whatsapp, que a mulher com quem ele se relacionava há cerca de quatro meses, identificada como Verônica Ferreira, foi localizada em Itaituba e se dirigiu até a cidade de Novo Progresso.

Verônica disse que a última vez que tinha visto ele, antes do ocorrido, foi no dia 12 de Outubro, quando ela veio para Itaituba e ele disse que logo viria também. Ela disse ainda que Adelmiro é natural da cidade de Maringá, no Paraná, que não possui nenhum familiar em Itaituba, e até o momento ninguém da família dele foi localizado. (Pai da vítima: Armando Gonçalves Valm; mãe: Aparecida Gerônimo Valm)

“Ele ta entre a vida e a morte, tá nas mãos de Deus.” Disse a mulher

Um fato que chamou a atenção foi o relato da mulher afirmando que estava grávida de Adelmiro, com um mês, e perdeu o filho após receber a notícia.

A vítima deve ser transferido a qualquer momento para Santarém por TFD.

Fonte: Portal Giro

Check Also

Com saída de cubanos, cerca de 600 cidades podem ficar sem médico, diz entidade

Com a decisão do governo de Cuba de deixar o Mais Médicos, profissionais começam a …