Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Estado do Pará e Região » Funcionários do Hospital Regional de Itaituba são dispensados sem ser pagos por empresas

Funcionários do Hospital Regional de Itaituba são dispensados sem ser pagos por empresas

 

Funcionários do Hospital Regional de Itaituba são dispensados sem ser pagos por empresas
Vereador já havia feito denúncia de atraso de salários, agora vai acionar Ministério Público Estadual para que tome providências. Hospital corre o risco de ser fechado.

Hospital Regional do Tapajós – HRT (Foto: Reprodução)

Na última quinta-feira (01), o vereador Peninha reuniu a imprensa para fazer novas denúncias contra as empresas associadas do Instituto Panamericano de Gestão (IPG), que prestam serviços no Hospital Regional de Itaituba. Segundo Peninha, na tarde de quarta-feira (30) os 14 funcionários, entre enfermeiros e técnicos de enfermagem, lotados no Centro de Materiais de Esterilização (CME) foram avisados pela empresa Macedo Hospitalar que, a partir desta quinta-feira, devem ficar em casa e aguardar os salários serem depositados na conta.

 Vereador Peninha durante entrevista à imprensa, nesta quinta-feira (01) (Foto: Reprodução).

O parlamentar destacou que o IPG foi quem realizou a seleção dos profissionais para trabalhar no Hospital Regional de Itaituba, durante o período de 6 meses, porém, em seguida repassou os selecionados para varias empresas (quarterizou), tirando a sua responsabilidade.

“Hoje o Instituto é responsável apenas por médicos e enfermeiros lotados na parte clínica e UTI. O Contrato do Estado com o IPG encerra dia 14 de outubro e pelo que estamos vendo o Instituto vai aplicar calote nos funcionários, pois o IPG não vai participar da licitação para administrar o Hospital Regional de Itaituba, com todos estes rolos”, afirmou Peninha.

Peninha voltou a afirmar que o Governo do Estado já repassou mais de R$ 60 milhões para o IPG desde o dia 9 de abril deste ano, só para o combate à Covid-19, e não sabe o que foi feito deste dinheiro, pois cada dia que passa aparece mais débitos de salários dos prestadores de serviço no Hospital Regional de Itaituba e agora recentemente denúncias de médicos que trabalharam no Hospital de Campanha de Santarém, que não foram pagos desde o mês de julho até a presente data.

O vereador vai dar entrada com denúncia no Ministério Publico Estadual, pedindo providencias, pois é inadmissível, que uma empresa seja tal irresponsável de ter desviado o dinheiro que recebeu para administrar o Hospital Regional de Itaituba, deixando de pagar aqueles que estão à frente do combate à Covid-19, médicos e enfermeiros.

Fonte: Portal Santarém

 

 

Check Also

Mais de 500 candidatos milionários recebem

  Mais de 500 candidatos milionários recebem Auxílio Emergencial ou Bolsa familia     As …