Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Política » Executivo » Ferrogrão realizou audiência Publica em Novo Progresso e Itaituba

Ferrogrão realizou audiência Publica em Novo Progresso e Itaituba

Atendendo a decisão Judicial , ANTT  foi realizado uma nova audiência pública para Ferrogrão nos município de Novo Progresso e Itaituba.
Relatório de audiências públicas, que já estava aprovado, terá que ser refeito;
A Ferrogrão, que exigirá investimentos de R$ 16 bilhões entre Sinop (MT) e Miritituba (PA), avançou. Por determinação judicial, a audiência pública da ANTT precisou ser reaberta e foram realizados dois novos encontros com interessados, ambos no Pará – Itaituba e Novo Progresso. As reuniões ocorreu nos dias 10 e 11.

Sessão Pública: Itaituba/PA
Data: 10 de setembro de 2019
Horário de Brasília: 08h às 12h
Local: Espaço Português Eventos – Av. dos Buriti S/N – Itaituba/PA – CEP: 68180-00
Capacidade: 300 lugares

Sessão Pública: Novo Progresso/PA
Data: 11 de setembro de 2019
Horário de Brasília: 08h às 12h
Local: Centro de Eventos Scremin – Rua Scremin, 23, bairro Scremin – Novo Progresso/PA .
Capacidade: 300 lugares

Como é o projeto da Ferrogrão?

De acordo com o projeto oficial da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), a Ferrogrão terá uma bitola de 1,6 metro, sobre um gabarito de 5,5 metros. Esse trilho deve ser projetado com 30 cm de altura, sobre dormentes de concreto protendido, com capacidade para suportar 32 toneladas por eixo.

A ferrovia não terá um relevo acidentado. A maior variação de rampas deve ser de 1,45%. Os trilhos começarão ser implantados a partir de Miritituba, rumo ao Sul, até chegar em Sinop. Embora exista uma previsão para estender um terminal até Lucas do Rio Verde, esse complemento é tratado como um “apêndice” a parte do projeto.

Quando estiver pronta, a Ferrogão terá apenas dois pontos de embarque: um em Sinop e outro em Miritituba.

A bitola de 1,6 metro cria a falsa impressão de que a ferrovia terá uma operação limitada. Mas não será assim. O projeto da ANTT prevê a instalação de 48 pátios de cruzamento. Cada um destes terá 3,5 mil metros de comprimento. Esses cruzamentos de trilhos garante a operação constante da ferrovia.

Puxando as cargas haverão 47 locomotivas diesel-elétricas, com potência nominal de 4.389 cavalos, distribuídos em 6 eixos tratores. Cada locomotiva puxará um conjunto de 25 vagões com capacidade para 100 toneladas de grãos. Ao todo serão 1.180 vagões graneleiros e 51 vagões do tipo TCT, utilizado para o transporte de líquidos – como por exemplo o etanol de milho.

Essa é configuração do material rodante que a Ferrogrão terá no início das suas operações. A previsão da ANTT para o ano 2080 é que a ferrovia conte com 132 locomotivas transportando mais de 5 mil vagões. O material rodante representa 35% do investimento total na ferrovia. A maior parte, 51%, será consumida na construção da linha de ferro. Os 13% restantes correspondem a operação e tecnologia.

A capacidade instalada da Ferrogrão é para 58 milhões de toneladas por ano. De pronto, o setor produtivo estima que a ferrovia irá transportar 20 milhões de toneladas de grãos em seu primeiro ano de operação.

Para o agronegócio de Mato Grosso, o ponto de partida da Ferrogrão é a cidade de Sinop. Toda produção que for embarcar nos vagões terá que chegar ao município primeiro. O terminal de embarque será construído na região conhecida como pé de galinha, há 6km da BR-163, na estrada de acesso ao município de Cláudia.

Dali, a soja e o milho viajarão a 80 km por hora até Miritituba.

Na ponta final da ferrovia existem vários investimentos sendo realizados em terminais de transbordo de cargas em hidrovias e terminais portuários, com alguns equipamentos já funcionando. Até o fim desta década, o Ministério dos Transportes estima que os investimentos na construção nessas estações de transbordo, armazéns, terminais e embarcações devem consumir mais de R$

R$ 3 bilhões.

Hoje, mais de 70% da safra mato-grossense é escoada pelos portos de Santos/SP, e de Paranaguá/PR, a mais de 2 mil quilômetros da origem. A Ferrogrão encurta a distância em mil quilômetros.

Fonte: Jornal Folha do Progresso/ANTT

Check Also

CONTA DE LUZ PODERÁ TER AUMENTO DE 2,42% EM 2020

CONTA DE LUZ PODERÁ TER AUMENTO DE 2,42% EM 2020 A conta de luz poderá …