Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Destaque » Avião com mais de meia tonelada de cocaína foi apreendido em fazenda de Valmir Clímaco

Avião com mais de meia tonelada de cocaína foi apreendido em fazenda de Valmir Clímaco

Avião com mais de meia tonelada de cocaína foi apreendido em fazenda de Valmir Clímaco

Climaco foi até o Posto da Polícia Federal prestar esclarecimentos, em seguida concedeu entrevista à imprensa dando sua versão dos fatos. Confira!

Nesta segunda-feira (8), o prefeito Valmir Clímaco foi até o Posto Avançado da Polícia Federal, em Itaituba, para prestar esclarecimentos sobre a apreensão, neste domingo (7), de quase 600 Kg de drogas em avião que pousou em sua fazenda.

Valmir saindo do Posto da Polícia Federal em Itaituba. (Foto: Richardson Vieira)

Em entrevista à imprensa local, Valmir contou detalhes da negociação do um avião de pequeno porte, que teria feito há alguns meses, onde envolveu a venda de um garimpo seu, localizado na divisa do estado do Amazonas com o Pará, cerca de 60 Km de Jacareacanga.

Entrevista à imprensa local. (Foto: Richardson Vieira)

“Há uns 90 dias, eu fui procurado por um cidadão, ele negociou um garimpo comigo, ficou de dá uma entrada com 30 dias. Passou uns 60 dias, ele não apareceu mais, nem falou mais nada. Agora, duas semanas atrás esse rapaz chegou, ele e outro rapaz, o Wiliam e Edson, dizendo que queriam comprar o garimpo.” contou Valmir.

Climaco relatou ainda que fez um contrato reconhecido em cartório, que comprovava que o avião servia como entrada na negociação do garimpo, em 30 dias outro valor seria pago pelo comprador, sendo o restante dividido em outras 12 parcelas.

Valmir conta ainda que o negociante entregou o avião a ele, contudo, o proprietário do local onde a aeronave foi entregue pediu para que o tirasse de lá. Valmir então determinou que o avião fosse levado até uma de suas fazendas, localizada no Km 45, visto que a aeronave não poderia ficar na pista, pois o negociante não estava com o documento da mesma em mãos.

Após passar alguns dias, ainda em entrevista, Valmir conta que o comprador pediu para ir até Manuas visitar o sogro que estava muito doente, com o avião que tinha negociado, alegando que iria trazer também o documento do mesmo. “Eu devolvi a chave do avião pra ele, sem problema nenhum, o cara comprou um garimpo e tal, com boas intenções. Quando foi ontem, umas 19h, me ligaram dizendo que a Polícia Federal tinha pegado fuzil, pistola e 583 Kg de cocaína na fazenda” afirmou.

Climaco finaliza dizendo que tem a consciência tranquila, que não permitiu o pouso de nenhuma aeronave na pista da fazenda, mostrou o contrato registrado no cartório e que foi até o Posto policial para prestar todos os esclarecimentos. “Vim dá minha declaração para colaborar com a PF e com a justiça, pra esses traficantes não tá fazendo esse tipo de graça na nossa cidade” finalizou.

Apreensão de quase 600 Kg de drogas

A Polícia Federal apreendeu no domingo (7), 583 quilos de cocaína e aproximadamente 200 gramas de skunk, também conhecida como “supermaconha”, em Itaituba no sudoeste do Pará. A droga havia acabado de pousar de um avião de pequeno porte em uma propriedade rural. A suspeita é que a droga tenha origem boliviana.

Drogas foram apreendidas assim que aeronave pousou em Itaituba. — Foto: Divulgação/ Polícia Federal

No flagrante, dois homens foram presos e três suspeitos conseguiram fugir. Além da grande quantidade de entorpecente, ainda foram apreendidos dois fuzis AR 15 calibre 556, uma pistola calibre 9 mm, carregadores e munições, mira holográfica e luneta de precisão para uso em fuzil, rádios de comunicação, telefone, além de um avião monomotor, um bimotor e uma caminhonete.

Aviões de pequeno porte foram apreendidos pela Polícia Federal em Itaituba — Foto: Divulgação/ Polícia Federal

Segundo a Polícia Federal, as investigações terão continuidade para identificar os demais envolvidos na prática criminosa, além da origem da droga.

Fonte: Portal Giro

Check Also

Brasileiros já pagaram R$ 32 bilhões em taxas extras na conta de luz

Brasileiros já pagaram R$ 32 bilhões em taxas extras na conta de luz Sem bandeira, …