Download http://bigtheme.net/joomla Free Templates Joomla! 3
Home » Destaque » Adepará quer vacinar 43 mil animais contra aftosa em Faro e Terra Santa

Adepará quer vacinar 43 mil animais contra aftosa em Faro e Terra Santa

 

Adepará quer vacinar 43 mil animais contra aftosa em Faro e Terra Santa
Segunda etapa da vacinação começa hoje e vai até o dia 30 de agosto. Criadores tem até o dia 14 de setembro para confirmar a imunização.
15/07/2016 07h38 – Atualizado em 15/07/2016 07h39
Do G1 Santarém
38ª Exposição Feira Agropecuária e Agroindustrial do Baixo Amazonas segue até o dia 9 de agosto em Santarém (Foto: João Carlos Brasil/TV Tapajós)
Meta da campanha é imunizar 100% dos animais nas duas cidades (Foto: João Carlos Brasil/TV Tapajós)
Começa nesta sexta-feira (15) e segue até o dia 30 de agosto a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa nos municípios de Faro e Terra Santa, no oeste do Pará. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará), a previsão é manter o índice de 100% de vacinação do gado com agulha oficial ou vacinação assistida, imunizando até 43 mil bovinos nos dois municípios, índice que foi alcançado na primeira etapa, em março.

Os produtores terão até o dia 14 de setembro para fazer confirmação da vacina. Os dois municípios são regiões estratégicas para o estado, consideradas zonas de proteção, por fazer divisa com o Amazonas, que tem condição sanitária considerada de médio risco, enquanto o Pará já detém o status de livre de febre aftosa com vacinação desde 2014.
A multa para quem deixar de vacinar o rebanho dentro do período da campanha é de três UPF (Unidade Padrão de Fiscal) por cabeça de gado não vacinado e mais 67 UPF por propriedade. O valor da UPF está em R$ 2,74. O produtor que não confirmar a vacina no prazo pode pagar multa de sete UPF por cabeça de gado e 67 UPF por propriedade.

O criador que não confirmar a vacina fica impossibilitado de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) por um período mínimo de 30 dias. Com a guia de transporte, o produtor terá a origem e o destino final do rebanho. Sem essa guia, não se tem a procedência do animal, ou seja, o criador não tem comprovar a origem do gado.

Importância da vacinação
A Adepará reforça a importância da vacinação para que nenhuma doença comprometa os rebanhos, principalmente a febre aftosa. Além das mortes dos animais, a doença reflete também em prejuízos econômicos causados pelas barreiras comerciais com outros estados e países.

Calendário
A Adepará faz cinco campanhas contra a febre aftosa ao longo do ano: 15 de março a 30 de abril – etapa de vacinação nas zonas de proteção de Faro e Terra Santa; 01 a 31 de maio – campanha estadual de vacinação; 15 de julho a 30 de agosto – etapa de vacinação das zonas de proteção de Faro e Terra Santa; 15 de agosto a 30 de setembro – etapa de vacinação da Ilha do Marajó (etapa única, em função das condições geoclimáticas); 01 a 30 de novembro – campanha estadual de vacinação/novembro 2015.

Check Also

Detran apreende própria viatura com multa e licenciamento atrasados, em Blitz no Pará

Detran apreende própria viatura com multa e licenciamento atrasados, em Blitz no Pará Fato inusitado …